400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Prefeitura aldeense divulga calendário de vacinação contra Febre Amarela

Por Renato Silveira em 20/03/2017
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, iniciará a vacinação contra a febre amarela nesta terça-feira (21). O município recebeu 20 mil doses do Governo do Estado. A campanha será iniciada nos bairros da Zona Rural, área considerada de maior risco e será dividida em etapas. Até a sexta-feira (25), a imunização acontecerá nas Unidades de Saúde de Três Vendas, Cruz, São Mateus, Botafogo, Flexeira, Parque Arruda, Recanto das Orquídeas, Alecrim, Praia Linda e Balneário. A Secretaria de Saúde divulgará, em breve, as Unidades que estarão aplicando a vacina a partir de segunda-feira (27). A população deve apresentar documentação com foto e carteira de vacinação quando possuir.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, iniciará a vacinação contra a febre amarela nesta terça-feira (21). O município recebeu 20 mil doses do Governo do Estado. A campanha será iniciada nos bairros da Zona Rural, área considerada de maior risco e será dividida em etapas. Até a sexta-feira (25), a imunização acontecerá nas Unidades de Saúde de Três Vendas, Cruz, São Mateus, Botafogo, Flexeira, Parque Arruda, Recanto das Orquídeas, Alecrim, Praia Linda e Balneário. A Secretaria de Saúde divulgará, em breve, as Unidades que estarão aplicando a vacina a partir de segunda-feira (27). A população deve apresentar documentação com foto e carteira de vacinação quando possuir.


 

         Algumas Unidades de Saúde estenderão o horário do atendimento para maior abrangência de usuários, principalmente os que trabalham fora dos bairros. A sala de vacinação, ao lado do Hospital da Missão, estará imunizando, na quinta e na sexta-feira (24 e 25), pessoas que irão viajar para áreas de possível contágio (onde já há casos registrados), como cidades de Minas Gerais e Espírito Santo. É necessário que se leve algum comprovante da viagem.

 

Vale ressaltar que a vacina não pode ser ministrada a menores de nove meses e maiores de 60 anos. Esses últimos, somente com autorização médica de risco-benefício. Também não podem ser imunizados gestantes, lactantes, em tratamento imunossupressor (corticóides, quimioterapia, radioterapia e outros), pacientes com doenças neurológicas degenerativas, pacientes graves de HIV, neoplasia maligna (câncer), histórico pregresso de doença do tino e transplantados.