400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Prefeitura de São Pedro da Aldeia revitaliza entorno da Casa da Flor

Por Luana Macêdo em 01/09/2017
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia realizou uma revitalização no entorno da Casa da Flor, no Parque Estoril. Comemorando um ano de tombamento da Casa pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), foi realizada a limpeza do local e mudas foram plantadas para a reconstrução da cerca viva ao redor do espaço. A ação envolveu diversas secretarias municipais e contou com a presença de representantes do IPHAN e da secretária adjunta de Cultura, Edlúcia Marques.


A Prefeitura de São Pedro da Aldeia realizou uma revitalização no entorno da Casa da Flor, no Parque Estoril. Comemorando um ano de tombamento da Casa pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), foi realizada a limpeza do local e mudas foram plantadas para a reconstrução da cerca viva ao redor do espaço. A ação envolveu diversas secretarias municipais e contou com a presença de representantes do IPHAN e da secretária adjunta de Cultura, Edlúcia Marques. 



“É com alegria que estamos revitalizando o entorno da Casa da Flor com o plantio das mudas e limpeza. Essas ações aumentam a visibilidade da Casa da Flor, mensalmente estaremos aqui para continuar essa manutenção. Precisamos preservar os nossos patrimônios e destacar a importância dos mesmos. Nessa ação estão envolvidas as secretarias de Ambiente, Urbanismo, Serviços Públicos e Agricultura. Devemos estar unidos em prol da nossa cultura e dos patrimônios”, afirmou a secretaria adjunta de Cultura, Edlúcia Marques. 



A nova cerca viva da Casa da Flor foi composta por cinquenta mudas de murta, quarenta e cinco mudas de lantona e e bougainvilles. 



“A importância do tombamento da Casa da Flor a nível federal é fundamental por ampliar o conhecimento no mundo inteiro. Ás vezes a população não tem muita noção quando olha para a Casa da Flor, mas quem tem uma visão um pouco mais arquitetônica vê que é um ícone, as formas que o Gabriel utilizou são extraordinárias, dá para compreender porque a Casa é comparada às obras do Gaudí. Todos deveriam visitar e trazer essa história para dentro de cada um. Ações de revitalização como essa unem poder público e o IPHAN movendo esforços para tudo siga melhor daqui para frente”, afirmou Caroline Machado, Chefe do escritório técnico do IPHAN na Região dos Lagos.